Casa Bô

Familia Bô

Pertencer à família bô é algo que sempre aconteceu de uma forma espontânea e natural. Quando existe uma partilha da mesma visão e forma de estar na vida, a conexão entre todas as partes gera-se com muita leveza e naturalidade. No entanto, consideramos ser muito importante gerar condições, no tempo e no espaço, para enquanto colectivo, interagirmos e nos conectarmos com base nos princípios e valores que acreditamos. Para esse efeito, procuramos criar momentos com regularidade para estarmos juntos, para celebrar e crescer, para nos organizarmos e nos tornarmos mais eficazes, mais coesos e estruturados na nossa acção social, procurando gerar cada vez mais felicidade e impacto social.

Reuniões regulares

Momentos destinados, entre o colectivo, para a gestão e atribuição das tarefas e responsabilidades inerentes ao bom funcionamento da Casa Bo, tomadas de decisão sobre desenvolvimento, criação e participação de/em projectos futuros ou a decorrer.
Momentos de partilha e celebração entre o grupo.

Retiro anual

Os retiros organizados anualmente entre o Natal e a Passagem de Ano, são fruto de uma co-criação num sentido de dádiva e partilha dos voluntários da Casa Bô.
Os retiros são uma actividade de formação interna da Casa Bô, organizados para as pessoas ligadas ao projecto com duração de 5 dias, com actividades que visam o desenvolvimento pessoal e do colectivo, tais como meditação, caminhadas em silêncio, dinâmicas realizadas em grupo, oficinas de movimento, yoga, palestras, entre muitos outros momentos de partilha entre o grupo.
Com esta iniciativa pretende-se, para além de criar uma relação de maior proximidade com a Natureza, criar também condições para que o espírito comunitário e de fraternidade entre todos os elementos do colectivo se desenvolva, permitindo uma construção mais sustentável a todos os niveis.

Ajudadas em Eco-aldeias

Como colectivo procuramos canalizar a nossa energia para onde é mais preciso,

Como exemplo das nossas intervenções externas temos a organizacao de um fim-de-semana anual de inter-ajuda na eco-aldeia Cabrum (Viseu) no sentido de se empregar a energia colectiva do grupo para alavancar algumas actividades adjacentes ao facto da vivência desta comunidade no meio rural.
Exemplo de algumas actividades desenvolvidas:

  • montagem de um tipi;
  • construção de uma linha de água;
  • passeio pedestre para identificação e recolha de plantas medicinais;
  • eco-construção.